segunda-feira, 25 de março de 2013

Eu passei a confundir o seu nome com o do meu primeiro namorado. Isso começou perto do fim e foi assim que eu descobri que ia acabar, confundindo o seu nome com o do meu primeiro namorado quando falava de você, ou o seu com o dele, quando falava dele. Às vezes eu lembro de tudo e fico apavorada, sacudo a cabeça até a lembrança ir embora. Minha analista deve ter feito um trabalho muito bom com a minha autoestima nesses seis anos juntas porque eu não consigo mesmo entender por que não eu. Eu espero que ela grite com você. Que ela grite e que ela chore. Que ela grite, chore e seja ciumenta. Eu espero que ela odeie os seus amigos. Eu espero que vocês viajem juntos e ela queira fazer compras todos os dias. Eu espero que ela coma só salada ou coma hambúrguer de garfo e faca. Eu espero que ela escreva você com cê cedilha e cafezinho com acento. Eu espero que ela tenha uma lista plastificada de aniversários e o seu não esteja nela. Plastificada. Eu espero que ela nunca preste atenção no que você diz e nunca saiba pra onde você vai viajar, mesmo que ela tenha sido uma das primeiras pessoas pra quem você contou, assim que comprou a passagem. Eu espero que ela se apaixone por outro, fique com ele enquanto vê no que vai dar e, quando tiver certeza que ele gosta dela, espero que ela suma e apareça um mês depois pra te contar que ama o outro, mas que, opa!, não quer que você saia da vida dela, não, porque você é tão especial. Você é tão especial. Você é absolutamente especial. Eu espero que ela só te conte depois que você já tenha descoberto tudo de uma maneira bem dolorosa. Eu espero que ela faça isso respondendo a um e-mail seu de amor.

Eu espero que nada disso faça a menor diferença pra mim.

36 comentários:

  1. Eu espero tudo isso também, e espero que logo nada disso faça diferença.

    ;**

    ResponderExcluir
  2. Podemos todos comer doce de leite até não poder mais? Tbm tô com o coração partido... ;(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. podemos! aqui em casa não tem faltado. =)

      Excluir
  3. Se esse cara fez tudo isso com você eu apenas espero que ele seja atingido no lugar mais sensível do corpo por um objeto grande e pontiagudo

    HUAHUAHUAHUA

    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o pior é nem é uma pessoa fazendo e a outra sofrendo. são as coisas que acontecem, né? =))

      Excluir
  4. vem cá, vamos se abraçar e chorar junto?
    porque ta dificil viu!

    me passa o telefone da tua analista, to precisando de auto estima pra mandar muita gente a merda (e bem longe da minha vida)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahaha, olha, são anos de trabalho muito duro e de muitas sessões sofridas. =)

      Excluir
  5. Tudo o que eu queria era te dar um abraço e irmos juntas comer hamburguer do Sujinho. Só nós duas, nossa fome e muitas horas de conversa. Amo vc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. abraço + hambúrguer + camila, eu quero!

      <3

      Excluir
    2. também amo, né? mais abraço!

      Excluir
  6. Venho sempre aqui e nunca comento, pq nunca sei o que dizer. Mas ó, você não é a única. Não conforta, mas né.

    ResponderExcluir
  7. e que, quando ela fizer tudo isso com ele, ele não tenha um único amigo que se preocupe, pra quem ele possa contar por whatsapp ou que mande um abracinho pra ele. ♥
    ou que os amigos dele mandem abracinhos com cê cedilha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahahaha abracinhos com cê cedilha. esse risco eu não corro! =)))
      <3

      Excluir
  8. Tão triste quando alguém que amamos nos quer sempre por perto, mas nunca ao lado... sei bem, sei bem... =\

    ResponderExcluir
  9. Apenas lembrei daquela música "Gives you hell". Apenas isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha agora que você falou, lembrei.

      Excluir
  10. Não deixa teu vênus em peixes te machucar...

    ResponderExcluir
  11. espero que daqui há um tempo, nada disso faça diferença nem pra você e nem pra mim :)

    e que você, no futuro, quando ler esse texto, não reconheça essa sensação. Que ela não faça mais parte de você.
    pra mim, é prazeroso ler algo triste que escrevi e perceber que aquilo já não me afeta tanto. É o indício do recomeço.

    abraço! (:

    ResponderExcluir
  12. Texto perfeito.. q pra mim hj graças a Deus naum me cabe, mas ja houve situação em que daria certinho... pq agora, ja não faz mais a menor diferença pra mim :)
    Cheguei aqui por indicação da Marina do blog Coisas de Divas, e ja amei no primeiro texto... bjs

    ResponderExcluir
  13. nessa comilança no sujinho com a chu pode incluir meu rabicó intrometido? nem q se for só pra sobremesa? ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, vamos marcar! você tá por são paulo?

      Excluir
  14. Eu espero tudo isso também
    Tambem cheguei aqui pelo post da Marina do Coisas de Divas
    Amai seus textos ;-)

    ResponderExcluir
  15. que cara fdp!
    (desculpe, mas foi o primeiro pensamento que me ocorreu!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha, é uma grande parte dos meus pensamentos. =)

      Excluir
  16. a primeira vez em que li o post foi pelo celular, quase chorei. só não chorei pq estava num lugar público. relembrando assim, em forma de texto, parece que fica mais doloroso ainda. mas um dia nada disso vai importar nem fazer diferença, você sabe. acho que nada fica impune no universo, e de alguma forma a vida vai devolver a ele.

    :**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :***

      em texto parece mais doloroso mesmo, né? acho que quando a gente escreve as coisas ficam mais fortes.

      Excluir
  17. As pessoas quiseram chorar, mas eu quis rir. E ri. "Eu espero que ela escreva você com cê cedilha e cafezinho com acento." hahahahah... Ótimo texto!

    Também cheguei aqui por indicação do "Coisas de Diva", e estou amando suas "babagens" ; )

    ResponderExcluir
  18. "Eu espero que ela escreva você com cê cedilha e cafezinho com acento."

    Eu fui trocada - "trocada", longa história - por uma guria que escrevia forcei com cê cedilha.

    Lembrava disso e me sentia bem melhor. Hoje, não faz diferença. =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uma hora deixa de fazer diferença, né? :*

      Excluir