terça-feira, 17 de julho de 2012

Foi o pedido de desculpas mais mixuruca de toda a história dos pedidos de desculpa. Mas foi um pedido de desculpas. E eu posso ter dito o que eu tinha pra dizer de cabeça baixa, mas eu disse.


E o melhor é que eu disse sem saber como as coisas vão ficar. Disse porque estava devendo.


e, ok, não curtiu o presente de aniversário que eu dei. mas tava usando o cardigã que eu trouxe de paris.

6 comentários:

  1. Todo começo é dificil...mas é preciso começar de algum jeito.

    parabéns.

    ResponderExcluir
  2. O que vale é o que a gente tem que fazer, Renata. Sendo perfeito ou não, foi feito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. foi exatamente isso que eu pensei, Rafa.

      não importa se o outro erra também. se EU erro, eu preciso pedir desculpa.

      Excluir