domingo, 8 de maio de 2011

Acordei e fui logo dar o presente da minha mãe, antes que o céu fechasse e raios caíssem na minha cabeça. Imagina se eu resolvo, sei lá, me alimentar antes de entregar esse presente, né?

Quem é filha da minha mãe tem medo. Daí corri até a cozinha ainda de pijama (hehe, vamos fingir que depois desse momento eu coloquei uma roupa decente e não troquei um pijama por outro pijama) e fui entregar o presente, já naquele medo. Olha, se não gostou, pode trocar, não sei se você prefere um relógio igual ao meu, você disse que tinha gostado e, bom, tá aqui o presente.

-Feliz dia das mães!

Daí quando entreguei o presente, me toquei que o cartão não tava dentro da sacolinha. Tentei salvar a situação.
-Você é a melhor mãe do mundo!
-Ai, acho que sou mesmo. Seu irmão já me falou isso hoje e até a Hannah.

Até a Hannah.
Eu disse? O que foi que eu disse?

9 comentários:

  1. Cadê o cartão da Hannah? ;)

    ResponderExcluir
  2. pois é, hannah nem um cartão deu. mas continua sendo a preferida.

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho duas cockers, mãe e filha. Qualquer dia mando uma foto.

    ResponderExcluir
  4. e ela gostou do presente afinal?

    ResponderExcluir
  5. kkkkkkkkkkkkkkkk. desculpe, mas su mãe é uma figura! beijinhos

    ResponderExcluir
  6. um post sumiu daqui?

    lara

    ResponderExcluir
  7. Acho que a sua mãe deve ser amiga da minha! auishiauh

    ResponderExcluir
  8. Cara, a sua mãe é a melhor kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  9. O coruja, ah, que fofas!

    Mariana, sim!

    S, é, né? ;)

    Lara, um post tinha sumido por um erro do blog, eu republiquei quando você me avisou. Obrigada. :)

    Paula, hahahaha, será?

    Carol, nem é por ser minha mãe, mas ela é mesmo. :)

    ResponderExcluir