quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Lembra quando eu falei dos dois tipos de pessoas que existem no mundo? Eu me fazia de superior, fingia que não tinha me atingido. Depois passei pro grupo que explica o que a outra pessoa fez de errado. O grupo que dá sermão.

Agora decidi voltar pro primeiro grupo. Acho mais charmoso ser a pessoa que deixa tudo pra trás com um sorriso e uma piscadinha.

Então, é isso. Queria avisar que de mim não sai mais nenhuma pergunta, nenhuma explicação. Eu não vou explicar o que você não entende. Eu não quero saber o que você está sentindo. Eu não vou mais falar de sentimentos. Não entendeu? Problema seu. Não vai admitir que fez besteira? Problema seu. Vai fazer com outra pessoa? Problema seu.

Eu agora vou embora toda charmosa. Olho pra trás e dou uma piscadinha e é só isso que você vai ter de mim.

É bom porque funciona com tudo, dá pra fazer até por SMS.

;)

13 comentários:

  1. Eu sou do primeiro grupo... a diferença é q realmente não me importo mais...
    Bem vinda ao grupo!
    ;-) e fui!

    ResponderExcluir
  2. Eu era do segundo e passei pro primeiro depois de muita humilhação.
    Foi a melhor coisa que eu poderia ter feito!

    ;)

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda sou do segundo grupo.

    ResponderExcluir
  4. 99% da população humana enquanto gente não quer, não entende e não merece uma explicação. Então é melhor mesmo ser do primeiro grupo. Ensinar de graça é para os fracos, se a pessoa precisa de aula de como ser legal, estamos aí, mas por uns 100 reais a hora.

    (Palavra de quem ficou anos e anos no segundo grupo até que entendeu que o melhor para mim é ser do primeiro mesmo)

    ResponderExcluir
  5. Pois é. Eu sempre tive isso de querer explicar, tirar tudo a limpo, deixar tudo explicadinho nos mínimos detalhes, rs, com a esperança de que se fez comigo e eu falar que me magoou, a pessoa nunca mais vai fazer com ninguém ou não vai fazer aquilo de novo... que nada! Dependendo da pessoa, se vc falar que te chateou, vai é fazer de novo...

    ResponderExcluir
  6. Já fiz parte dos dois grupos, e hoje acho que to num meio-termo. Acho. Na verdade depende da pessoa, tem pessoas que merecem mesmo que eu esteja no grupo 1, então pra elas é lá que eu tô.
    Gostei do seu blog, achei essa semana e já li quase todo :)

    ResponderExcluir
  7. Sempre fui do primeiro grupo, mesmo as vezes querendo ser do segundo, pra poder falar algumas verdades na cara, e falar melhor de sentimentos tbm. Mas né, orgulho não permite.

    Mas tem vantagem nisso: acho muita finesse isso de "dar tapa com luva de pilica" (frase da minha mãe). E dói muito mais em quem fez coisa errada com a gente, FATO.

    ResponderExcluir
  8. Você não tem cara de segundo grupo! Nunca mais repita uma coisa dessas e continue piscando por aí, eu hein!

    ResponderExcluir
  9. mas o que a gente faz se a pessoa quiser continuar falando com a gente mesmo a gente nao querendo mais ter contato? Fala logo que o que a pessoa fez foi errado só pra se livrar dela?

    ResponderExcluir
  10. adoro soluções geniais. essa sua é.

    ResponderExcluir
  11. Renata!! Depois que caí no seu blog por acaso, viciei. Vc é ótima! As vezes parece que vc entra na minha cabeça, pega meu pensamento, e escreve um texto expressando tudo o que eu tava pensando mas não saberia nem explicar!! To sempre esperando o próximo post!
    beijão

    ResponderExcluir
  12. Danny, poxa, não se importa? um dia chego lá.

    Paulinha, \o/

    , é bom também, né? desde que a gente não espere que eles entendam.

    Chu, você tá certíssima. tem gente que não quer explicação, tem gente que não merece explicação. eu não explico mais.

    Laurina, ainda acham que nós somos malucas e estamos fazendo drama.

    Bia, :)

    Adri, acho que quem fez a besteira nem percebe que levou um tapa com luva de pelica, mas...

    Raquel, já tô fazendo a inatingível de novo, hahaha

    Anônimo, ah, some, não atende, não liga de volta, finge que não existe.

    S, :)

    Bianca, :D

    Caco, ;) hahaha

    ResponderExcluir