segunda-feira, 13 de março de 2006

É para enlouquecer qualquer um traduzir Gilmore Girls.
É impossível traduzir tudo o que os personagens falam, porque todos falam muito e muito rápido, não daria tempo pra uma pessoa normal ler tudo.

Fora que as referências são muitas e quem diria que uma referência aos filmes dos irmãos Farrelly seria usada pra explicar que a personagem vomitou? Eu não, e só soube porque tinha uma observação, claro.

...

A melhor parte de trabalhar assim é acordar a hora que eu quero, tomar banho, tomar café com calma e trabalhar usando havaianas e short.

E quando eu penso que o meu pé está super machucado por causa da sandália que eu usei pra dar aula hoje, eu vejo que trabalhar em casa não tem preço. Ah, peraí, tem sim. E é em (centavos de) dólar. ;)

4 comentários:

  1. Tata, te escolhi!
    Beijos

    "Cada bloguista participante tem de enunciar cinco manias suas, hábitos muito pessoais que os diferenciem do comum dos mortais. E além de dar ao público conhecimento dessas particularidades, tem de escolher cinco outros bloguistas para entrarem, igualmente, no jogo, não se esquecendo de deixar nos respectivos blogs aviso do recrutamento. Ademais, cada participante deve reproduzir este regulamento no seu blog."
    Didi

    ResponderExcluir
  2. Mas você tá ficando muito "chique"! Primeiro foi o filme com a Charlize Theron e agora Gilmore Girls...
    Imagino que seja humanamente impossível traduzir tudo que aquelas duas falam!
    Boa Sorte!
    :)

    ResponderExcluir
  3. Karina, nem dá pra traduzir tudo. Quando o roteiro chega pra mim, já chega com os cortes, eu traduzo pelo roteiro q eles mandam, mas dá pra ver pelo vídeo que muita coisa fica de fora. Às vezes a gente tem que cortar até o que a coordenadora de projeto já mandou cortado, de taaaanto que elas falam.

    E as referências? Num mesmo episódio vc vai de lei seca a Shakespeare passando pelo evangelho de São Mateus.

    ResponderExcluir