sexta-feira, 9 de maio de 2014

Tem uma parte de mim que está feliz por você, é a parte que sabe que é o que você sempre quis, uma família. É a parte que sabe que é o que eu não quero, esse tipo de família. Eu já não queria aos 25 e nem sabia. O tanto que me doeu descobrir que não era só a distância, não era só não poder trabalhar, não era só o visto. Era eu. Tem uma parte de mim que gosta de saber que você conseguiu amar de novo. Tanto. A esse ponto. Que bom saber que você caminhou tanto. Eu ainda engatinho. Tem uma parte de mim que vê você feliz e fica feliz, que bom pra você.

Mas tem a outra parte, a que passou dois dias chorando de boca aberta quando soube. No ônibus, andando na rua, de soluçar, mandando mensagem pra contar para as minhas amigas, segurando meu coração bem apertado pra ele não se partir mais uma vez, porque eu já sabia que era nunca mais, mas agora é nunca mais mesmo. Tentando encontrar e se entender com a parte que está feliz por você.
...
Quando morreu o Gabriel García Márquez e você me mandou um e-mail dizendo que sentia muito, porque sabia o quanto ele era importante para mim. L'amour aux temps du choléra. Quando eu li aquele e-mail as duas partes se encontraram e você ensinou a elas mais uma coisa, de tantas que já tinha ensinado para tantas partes de mim. Que não é preciso esquecer o passado para superar e seguir em frente. Obrigada, mais uma vez, and may your baby boy be healthy and happy. I hope he has your curls.

21 comentários:

  1. Doeu, congelei...uffa que impacto, imagina em vc... Te desejo o melhor, que a força esteja com vc... :-)

    ResponderExcluir
  2. Tô sofrendo do EXATO mesmo mal. Inclusive pessoinha estava na minha cidade essa semana e não entrou nem em contato por motivos de: não quer misturar família comigo. Dei uma choradinha de novo (já tinha dado quando descobri a gravidez) mais pelo fim da história em si do que por ele ou por mim. "eu já sabia que era nunca mais, mas agora é nunca mais mesmo".

    ResponderExcluir
  3. Ainda torço para essas minhas duas metades se encontrarem! Também sei o que é ter essas duas metades convivendo e ainda te fazendo ter medo do coração espatifar! =(

    ResponderExcluir
  4. Moça, eu to com medo de dizer algo e ser ruim pra você, então ai.. meu coração ficou pequeninho lendo isso.
    Fica bem, é bem clichê te dizer isso, mas fez sentido na minha mente por aqui se chamar "Tantos Clichês." :(

    Novembro Inconstante

    ResponderExcluir
  5. Que aperto no coração q eu senti agora. Como deve ter sido/estar sendo difícil pra vc. Um amor que não pode ser, não por falta de amor, mas por diferenças de pensamentos, de objetivos, etc (foi o q eu entendi, ao menos). Muito difícil. Mas vai passar. Vc tb vai superar totalmente como ele superou. Cada um tem o seu tempo. Muito amor e abraços quentinhos pra vc.

    ResponderExcluir
  6. A gente às vezes tem mania de achar que a outra parte sempre está melhor que nós e quando vemos ela deu um suposto passo para frente, assumimos automaticamente que está melhor que nós.

    Eu não queria falar da minha experiência para comentar a sua, mas não consegui achar outro jeito, desculpa.

    Quando eu soube que um ex-namorado que fiquei por 8 anos tinha praticamente casado, eu fiquei mal, mas não foi por ele ter dado um passo a frente e eu não, fiquei mal porque eu justamente lembrava de quando chorei por 3 dias seguidos e faltei 2 no trabalho simplesmente porque não conseguia sair da cama, porque eu senti que tudo desmoronava, porque eu achava que não seria mais amada, porque eu era problema.

    E quando eu soube que ele casou eu fiquei meio triste por mim, por ter sofrido tanto, porque hoje eu já nem quero ele, mas eu quis tanto, aquela parte minha que chorou muito queria o amor dele e não teve.

    E quando eu fiquei sabendo, ficou só uma melancolia, só aquele sentimento de "se eu soubesse, não teria sofrido tanto".

    Não foi amor que eu senti quando soube que ele casou, foi só tristeza e até um pouco de raiva por ter ficado tão triste em um momento da minha vida.

    Eu estou feliz por ele, já consigo ficar feliz por mim.

    Torço sempre por você :)

    Um beijo!









    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu torço por você também, milla! um dia a gente vai se abraçar.

      Excluir
  7. Chorei lendo esse post. É tanta identificação!

    ResponderExcluir
  8. "Que não é preciso esquecer o passado para superar e seguir em frente."
    história triste, muito dolorida, mas linda.

    ResponderExcluir
  9. Aos poucos você vai sentir carinho pelo teu passado, o de vocês, e não mais tristeza. Desejo que você fique bem!

    ResponderExcluir
  10. "É sempre amor mesmo que acabe, é sempre amor mesmo que mude"... ♥

    ResponderExcluir
  11. Lindo, lindo, lindo!!!

    ResponderExcluir