quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Falando com a Nath sobre como os relacionamentos ficam mais fáceis à medida que a gente envelhece. Não quero dizer "envelhece", mas é isso.

Minha aposta é que na juventude - não quero dizer juventude, mas é isso - a gente tem mais tempo livre, muito tempo livre. Muito tempo pra pensar. Muito tempo pra drama.

Embora, às vezes, eu ainda precise dizer a mim mesma, nãopossoobcecar, nãopossoobcecar, nãopossoobcecar. Às vezes.

8 comentários:

  1. Adorei o mantra, vou adotar nãopossoobcecar. No meu caso, acho que com a idade fiquei mais intensa, ou dramática, não sei.

    ResponderExcluir
  2. Na minha juventude ou eu estou trabalhando ou estudando ou dormindo no metrô
    Não é drama
    Eu juro

    Novembro Inconstante

    ResponderExcluir
  3. Lembro de mim adolescente: uma mocinha que não se relacionava. Que rejeitava os garotos da escola.
    Curiosamente, fui a primeira de minha turma a casar. Aos dezenove.
    Meu apelido no colegial: coração de pedra.
    Beijão.

    ResponderExcluir