quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Eu trabalho longe de casa. Para ir ao trabalho, pego dois ônibus porque, por mais que pareça inacreditável, é a opção mais confortável pra mim. Um dos ônibus que eu pego é do tipo executivo, então eu vou dormindo e volto lendo na minha poltroninha reclinada.

Quando você entra num ônibus de manhã cedo o que você faz? Silêncio, é claro. Se não faz, é o que você deveria fazer.

Daí que eu pego o ônibus sempre no mesmo horário com as mesmas pessoas. Tenho uma lista mental de passageiros que merecem estar no ônibus e passageiros que mereciam ir correndo atrás dele, porque não sabem se comportar.

Por exemplo, todos sabem que o braço entre os bancos é apenas um braço divisor, ele não deve ser usado para apoiar nenhuma parte do seu corpo. Quem não sabe merece ir correndo atrás do ônibus.

Há umas semanas surgiu uma passageira que rapidamente se transformou na minha arqui-inimiga. Na primeira vez que nós nos vimos, nós duas estávamos na fila, ela comendo um cachorro-quente na minha frente e conversando com a pessoa atrás de mim.
-Eu estou fazendo uma dieta que a minha nutricionista passou e ela funciona assim: eu como tudo o que eu quiser até ficar satisfeita e jogo fora o que sobrar.

Nossa, arqui-inimiga, a sua nutricionista deve ser tão esperta quanto você.

Na segunda vez que nós nos vimos, ela sentou em cima de uma outra passageira. Quando a pessoa reclamou, minha arqui-inimiga disse num tom debochado "ai, desculpa!" e passou o resto da viagem falando sozinha, "nossa, brigar por causa de lugar, era só o que faltava." Ela havia sentado em cima da pessoa.

Foi aí que ela virou minha arqui-inimiga. Bem aí. Um pouco depois que a mãe dela desligou o telefone na cara dela enquanto ela contava essa história do jeito dela. Sim, arqui-inimiga, eu sei que a sua mãe desligou na sua cara, porque você estava falando muito alto e eu ouvi toda a conversa.

Hoje eu peguei ônibus com ela sentada bem atrás de mim. A primeira coisa que ela faz quando o ônibus sai é ligar para alguém. Eu não sei que tipo de pessoa tem o que dizer durante uma hora às 8h, só sei que é um tipo que eu quero bem longe de mim.

Ela estava já na segunda ligação falando as mesmas loucuras que já tinha falado na primeira ligação do dia:
-Aí eu cheguei pra minha chefe e perguntei se tinha alguma coisa pra fazer. Ela disse "isso é uma afirmação ou uma pergunta?" e quando ela disse afirmação, ela queria dizer intimação. Ela tá muito noia, perdeu o controle.

E foi quando aconteceu um momento lindo de união e as pessoas começaram a fazer SSSHHHIIIIUUU. SSHHIIUU. SHHHIIUUU.

Minha arqui-inimiga (agora de todos nós) desligou o celular e conseguimos dormir na segunda metade do caminho.

Só de lembrar eu fico emocionada.

20 comentários:

  1. Hehehehe. Boa, boa.

    ResponderExcluir
  2. Vou passar o dia rindo pensando nas pessoas más correndo atrás do ônibus.

    :-D

    ResponderExcluir
  3. Até eu fiquei emocionada com isso. Que vontade de fazer a mesma coisa com certa pessoinha do ônibus que sempre senta atrás de mim e faz com que eu coloque o fone de ouvido no volume máximo. Ah... que coisa.

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho ódio de quem conversa no telefone alto logo de manhã. Principlamente aquelas pessoas que tem um chip de cada operadora e 3 celulares, e reveza entre eles falando com Deus e o mundo. Sério.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tá todo mundo querendo dormir. é muito desagradável...

      Excluir
  5. Ódio de quem tem 4 chips e 3 celulares, e antes das 8h30 da manhã já falou pelo menos uma vez com cada pessoa que ela conhece. E ainda fala alto no celular. Ódio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, eu não entendo tanto assunto.

      Excluir
  6. Estou com um leve sorriso de satisfação por esse pequena vitória cotidiana :)

    ResponderExcluir
  7. Estou aqui todo sorriso com essa tua pequena vitória cotidiana :)

    ResponderExcluir
  8. pensa que vc pena em onibus,né? então viaja comigo tendo um tipinho que faz questão de mostrar ao mundo que tem nextel e fica aquela loucura de ouvir o rádio alto e responder mais alto ainda, turbinado pelos assuntos mais fúteis possíveis. Não sei o que acontece com esse povo que não tem um mínimo de noção de civilidade. Eu,hem!!

    ResponderExcluir
  9. Fiquei emocionada quando todos fizeram SHHHH. hsuahus

    ResponderExcluir
  10. isso deve ter sido maravilhoso!
    eu não suporto gente falando ao telefone perto de mim, mas se for de manhã é pior ainda, ainda mais vindo de uma pessoa tão sem noção. isso é muito comum também em aviões. as pessoas conversam muito alto e com empolgação em vôos que saem super cedo, um horário onde pessoas normais querem dormir. mas a mim me incomoda sempre, independente do horário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. foi muito emocionante!

      as pessoas não entendem mesmo que ali é um lugar público, que elas devem respeitar quem está ao redor.

      Excluir