domingo, 30 de dezembro de 2012

Eu comprei um leitor digital (o meu é o Kobo da Livraria Cultura que rima com fofura!) já pensando em usar pra livros muito grossos, ruins de carregar na bolsa, e livros que tivessem que ser encomendados e demorariam a chegar até mim.

Não pretendia parar de comprar livros físicos.

Daí comprei um leitor digital e, por mais que seja uma experiência muito legal, ficou claro pra mim, mesmo com pouco uso, que eu nuncanuncanunca serei capaz de parar de comprar livros físicos.

Mais do que cheiro de livro, como as pessoas gostam de dizer - pra mim, depois de um tempo, livro só tem cheiro de rinite - o gostoso é o peso do livro, folhear páginas e fazer uma das coisas que eu mais gosto na vida: folhear correndo o livro até chegar à ultima página e passar os olhos por ela, tentando ler o final.

É um momento que dura só alguns segundos, eu nunca me permito ler o final de verdade. Tenho só alguns segundos pra dar uma olhadinha e ler o que conseguir do final, pra voltar ao começo e passar todo o livro tentando encaixar as pecinhas.
...
Obrigada a todo mundo que me ajudou a escolher! Já tenho dois livros no meu kobinho. (acho que nunca disse, mas tenho uma coisa de só comprar um livro ou dois por vez, pra me organizar e controlar a ansiedade. normalmente, livro novo na minha casa só o que estou lendo no momento ou o que espera pra ser lido depois dele) Estou adorando ler nele, é muito leve, é como ler a página de um livro mesmo e já saí com ele na bolsa e tudo =)
Não tem muita diferença dele pro Kindle. No final, minha escolha foi mezzo política/ mezzo afetiva. Foi mais uma escolha entre livrarias do que entre aparelhos.
...
O primeiro ebook que eu comprei pro kobinho foi On Beauty/Sobre a Beleza da Zadie Smith. Ele custou R$21,69, comprei no próprio site da Livraria Cultura e paguei por transferência online (e a possibilidade desse tipo de pagamento era um ponto a mais do Kobo pra mim) Também dá pra comprar livros pelo próprio kobinho na livraria da Kobo, usando wifi e cartão de crédito, mas a Livraria Cultura tem um acervo melhor.

O livro físico nem seria tão mais barato, ele teria custado R$28,60, mas teria demorado 8 semanas + prazo do frete pra chegar até a minha casa.
...
É muitomuito legal ter um dicionário ali pertinho pra tirar uma dúvida sobre o significado de alguma palavra. Eu não lia em inglês usando um dicionário há muitos anos, porque é pouco prático, mas poder consultar um só encostando na tela torna tudo muito mais fácil. Estou adorando e já aprendi palavras novas. Tenho certeza que isso também vai acontecer quando eu ler algo em português nele, mas com menos frequência, espero. =)
...
Sublinhar um livro de papel é TÃO mais gostoso! Amei isso de poder fazer uma página de notas e grifos e ver todos de uma vez. Mas sublinhar no papel nem se compara a marcar alguma coisa num leitor digital. Sim, eu sublinho meus livros. Eu escrevo nas margens. Eu até converso com eles, escrevendo "haha" ou "ugh!", colocando carinhas tristes e felizes nas páginas. Se um dia meus livros forem parar nas mãos de outras pessoas, eu quero estar dentro deles.
...

Que lindo é ter livros na estante, cada um de uma cor e tamanho. Imagina uma casa sem livros, que sem graça. A primeira coisa que eu faço na casa de alguém é olhar a estante de livros. A minha é bem bagunçada e foi feita pelo meu pai, com madeira que sobrou da construção da casa onde a gente mora. =D

14 comentários:

  1. Olá, Renata! Acompanho teu blog há um tempo, mas é a primeira vez que comento. :) Estou pra comprar o meu Kobo daqui uns dias. E compartilho da mesma ideia que você: mesmo com o kobo, não pretendo parar de comprar livros físicos - e pretendo continuar enchendo minha estante. ^^
    Abraços! =)

    ResponderExcluir
  2. Rezinha, eu por enquanto não vou comprar um e-reader: amo o peso do livro na bolsa, abrir o livro onde está o marcador, e quando eu coloco o marcador de volta, comparar o quanto eu já li com o tanto que falta : ) adoro minha estante, e adoro também a rotatividade dos livros na estante. Gosto de decidir quais merecem cadeira cativa e quais vão embora. Vou adiar o máximo que puder essa transição pro eletrônico!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não tem nada igual a sublinhar um livro. é muito bom.

      eu não tenho essa facilidade pra deixar os livros irem embora. =((

      Excluir
  3. Oi Renata.
    Cofesso que esses leitores digitais me deixam bem curiosa mas ainda não me animei a comprar um. Sei lá, me parece uma coisa tão fria.
    Tenho uma relação bem sentimental com o livro, com a capa, etc. Adoro ver meus livros na estante. Adoro andar entre as estantes de uma biblioteca ou de uma livraria.
    Imagino uma livraria de e-books uma coisa um pouco chata. Ou não?
    Se você puder nos fale um pouco mais do que você está achando do Kobo.
    Ah! Muitas vezes eu não aguento e dou uma olhadinha no que acontece no final dos livros. É muita curiosidade mas sempre leio o livro até o fim.

    Beijos e feliz 2013.
    Elvira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a biblioteca virtual não tem nenhum charme. =)

      mas é muito prática. pra mim, é ótimo comprar um livro e receber na hora. livros que demorariam semanas pra chegar.

      mas bibliotecas de verdade são muito mais lindas.

      eu tô gostando muito do kobo, mas não pretendo parar de comprar livros físicos. vou concentrar no kobo livros com prazo longo pra chegar, livros muitos grossos, ruins de carregar na bolsa, essas coisas.

      Excluir
  4. Eu leio a última frase, sempre, de todo livro que acabo de comprar! Sou uma apaixonada por livros, crio uma relação muito sentimental com cada um que leio, também faço anotações, converso com os parágrafos, me entrego e os devoro para, depois, colocá-los com carinho na minha estante.

    Terminei "Barba Ensopada de Sangue" e, lógico, amei, Renata! Muito, muito bom mesmo.

    Um 2013 cheio de coisas boas para você!

    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom que você gostou! é muito bom, né?

      Excluir
  5. Renata,
    Estou pensando muito em comprar um leitor digital, mas não quero abrir mão do livro de papel... #dúvidasdavidamoderna
    Ah, e sou como você, que "usa" o papel do livro: sublinho, dialogo, faço caretinhas...

    Beijos,
    Claudine.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho que não precisa abrir mão do livro de papel, Claudine.

      pra que você quer o leitor digital? qual é a vantagem pra você? vai valer o investimento? vai usar com todos os livros? vai deixar de comprar livros de papel? e edições especiais?

      de repente você não precisa de um leitor digital ou pode adiar a compra ainda mais um pouco... =)

      Excluir
  6. amo esse livro do naipaul, esse outro da toni morrison e o do jonathan safran foer... e quero ler freedom. <3 sua estante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. =))

      é super bagunçada, eu não tenho uma organização pra ela. ordem alfabética, país do autor, tipo de texto, nada. posso querer pegar um livro pra ler um trecho, depois não vou ter paciência pra colocar no lugar certo... deixa bagunçadinha mesmo. =)

      (meu trabalho final da pós foi sobre a construção da autoimagem nesse livro da toni morrison. alguma coisa assim. já não lembro bem, hehe)

      Excluir
  7. Oi Renata, tudo bem? Qual Kobo você comprou? Eu gostei bastante da descrição dele, mas vi que tem 3 tamanhos... não sei qual seria o melhor pra mim. Eu quero porque não tenho mais espaço pra livros e gosto muito de ler deitada, às vezes o peso do livro atrapalha bastante.

    Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana Beatriz. São dois tamanhos, na verdade, e três modelos. Um é pequeno, o Mini, tem uma tela de 5", o touch tem uma tela de 6" e o Glo tem uma tela de 6" e iluminação.

      =)

      Excluir