quinta-feira, 20 de setembro de 2012

"O Crisóstomo queria ser suave no caminho, queria não parecer maluco."


O que é mais ou menos o que quase todo mundo quer da vida. Não parecer maluco. Só.


essa frase é de um livro lindo que eu li na semana passada. O filho de mil homens, do Valter Hugo Mãe. que livro lindo. queria poder distribuir esse livro, dar um pra cada pessoa que eu amo. se for ler no ônibus, cuidado, perigo de chorar em público.

13 comentários:

  1. É deprimente? Estou precisando de um bom livro pra ler, mas tenho medo de ficar mais triste, hehe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não, pelo contrário. é um livro muito lindo sobre pessoas que se encontram na vida. coisas tristes acontecem, mas se chorar vai ser pela beleza do livro. =)

      Excluir
  2. Também estou lendo esse livro - e adorando! Fazia tempo que não lia algo tão lindo em português.

    ResponderExcluir
  3. Rafaele Cristyne: Já acostumei em chorar em público, Renata. Acontece comigo o tempo todo... Lembro da vez que eu tava lendo o último Harry Potter e alguém importante morre e daí um amigo meu entrou no ônibus e veio falar comigo mas eu tava chorando tanto que só consegui fazer aquele chiado, sabe, tipo 'ele... snif, snif, morreu... mas... mas...' HAHAHAH E o amigo, lá, me CONSOLANDO!

    Bem vergonhoso.

    (eu deletei seu comentário sem querer quando queria aprovar. cliquei no botão errado. desculpa.)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahaha, chorei bastante com harry potter também.

      Excluir
  4. este livro é lindo mesmo. não cheguei a chorar de fato, mas fiquei muito comovida e "doída" com alguns trechos. ri em vários outros também. enfim, um belo livro.

    abs,
    P.

    ResponderExcluir
  5. Nunca limites o amor, filho.

    Me encantei perdidamente com Crisóstomo e Camilo. Coisa mais linda esse livro! E li porque a Dri falou, no blog dela! Obrigada pelas boas dicas, fazendo meus dias mais felizes :)

    Em tempo: já leu A Elegância do Ouriço? Tipo esse, sensacional!

    ResponderExcluir
  6. Nunca limites o amor, filho.

    Me encantei perdidamente com Crisóstomo e Camilo. Coisa mais linda esse livro! E li porque a Dri falou, no blog dela! Obrigada pelas boas dicas, fazendo meus dias mais felizes :)

    Em tempo: já leu A Elegância do Ouriço? Tipo esse, sensacional!

    ResponderExcluir
  7. Comprei por indicação tua no twitter e já chorei nas primeiras três páginas. Que livro incrivelmente lindo. Obrigada, Renata. Há tempos não lia algo tão sensível. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que legal, Natália!

      eu, se pudesse, comprava vários e saía distribuindo. achei lindo demais. :**

      Excluir