domingo, 16 de setembro de 2012

Foram três os diálogos ouvidos no ônibus no dia 15 de setembro de 2012.


O primeiro, da Rio Branco à São Clemente, um menino estava terminando com uma menina. Ou tinha acabado de terminar. Ele no ônibus, ela no telefone. Parecia que ela estava se explicando. Ele tinha descoberto que ela falava com outros caras pelo Facebook. Com o L. com certeza.

-Deixa rolar, C., deixa rolar. Eu fiquei traumatizado com essa história, mas tudo bem, foi um aprendizado. Me deixa ir, que eu já estou me alterando aqui no ônibus. Você é muito cara-de-pau.

O segundo, do Menezes Cortes a Nova Iguaçu, um casal sentado lado a lado, comendo Ruffles. No meio do engarrafamento da Dutra, ela gritou:

-PARA de soltar pum no ônibus! Para!
Ele riu.

O terceiro, no mesmo ônibus do Menezes Cortes a Nova Iguaçu, uma das passageiras mais legais do ônibus (mantenho uma lista dos passageiros que odeio e dos que adoro), falando pelo celular com a amiga:

-Você dá muito mole de colocar essas coisas no Facebook. Ele já é cheio de dor de corno, se ler essas coisas, imagina. Nada a ver. Tem coisas que homem não precisa saber.

9 comentários:

  1. HAHAHHAHAHA

    Também escuto várias conversas no ônibus. O tipo mais popular são as brigas amorosas, mesmo.

    Vergonha alheia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. como as pessoas discutem a vida amorosa no ônibus, né?

      acho engraçado.

      Excluir
  2. "paaaaara de peidar no ônibus" rindo muito

    ResponderExcluir
  3. Já terminaram comigo no ônibus. É triste, você não pode gritar e muito menos fazer escândalo. Você se contém pra não chamar mais atenção, já que quem está perto tá sabendo o que está acontecendo. :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. GENTE, COMO ASSIM? Que crueldade contigo...

      :/

      Excluir
    2. =(((

      terminar em público é péssimo.

      Excluir
  4. Tem coisa que homem não precisa saber rsrsrsrs

    Como o povo gosta de contar a vida no onibus... Ja ouvi cada uma que olha...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. esses planos tipo "fale à vontade" no celular tem que acabar!

      Excluir