domingo, 2 de novembro de 2008

Um dia eu vi uma entrevista num programa que falava de como deixar o mundo melhor, alguma coisa assim. O programa normalmente é sobre beleza. Não sei se eles recebem muitas críticas pela futilidade e falta de propósito do programa e resolveram fazer uma edição especial e tal. Não sei.

Daí que tinha uma mulher sendo entrevistada pela apresentadora do programa. Tavam mostrando a casa da entrevistada, todos os cosméticos amigos da natureza. E chegaram à cozinha.

A dona da casa tinha quatro ou cinco latas de lixo, uma de cada cor. A apresentadora ficou toda uhu, reciclagem, parabéns pra você, que pessoa maravilhosa você é, quanta diferença você faz no mundo!

A entrevistada:
-Na verdade, aqui na rua não tem coleta seletiva. Mas eu procuro pensar que o lixo, de alguma forma, continua separado quando entra no caminhão do lixo.

Não importa o quanto eu viva. Sempre vou me admirar com a capacidade das pessoas de dizer coisas idiotas.

6 comentários:

  1. É impressionante com tem gente que fala bobagem... faz as coisas e nem sabe o pq. É até ridículo o q alguns fazem... Sem noção!

    ResponderExcluir
  2. Pois é... esquecem daquilo do silêncio valer ouro... e legal o editor deixar passar isso... mas, enfim... Ana Maria Braga? Tem o tom de sê-lo... rsrs...

    ResponderExcluir
  3. alguem precisava dizer pra ela que se ligar pra empresa de coleta da cidade eles mandam a seletiva pra ela...

    Coitada!!!

    ResponderExcluir
  4. é o jeito "INGÊNUO" Narcisa Tamborindéguy de ser, né? aquela coisa "ãin, eu ainda acredito que as fadinhas vêm e pegam o lixo e lá fora não existe miséria e depressão e que o mundo é tão bonito e que o céu é azul e zás e zás..."

    podre essa mulher.

    tenho nojo de gente assim

    ResponderExcluir
  5. Andrea, muito sem noção.

    Enxaqueca, não, foi no superbonita.

    Carol, mas pra quê? separar o lixo com a força do pensamento não funciona?

    Pen*ka*la>, ué, mas "a parte dela ela tá fazendo."

    Patrícia, hahahaha, é. não sei quem é mais sem noção.

    ResponderExcluir