sábado, 27 de julho de 2013

Dez minutos para acabar o dia que eu passei inteiro pensando em você.

E eu espero o relógio como se no próximo dia eu fosse parar de pensar. Como se no dia seguinte nada que eu comer fosse me lembrar você, nada que eu beber, nada que eu falar, nada que eu ouvir. Se o frio me lembra você, a tortinha de cogumelos me lembra você, o shiraz me lembra você, meu casaco novo me lembra você, minhas camisetas de banda me lembram você. Se os poemas que eu leio me lembram você. Se todas as músicas que eu ouço me lembram você, os filmes que eu vejo me lembram você, todos os cigarros me lembram você. Se meus óculos me lembram você, minhas roupas me lembram você, meu cabelo me lembra você, meu perfume, seu perfume. Se tudo me lembra você, basta que mude o dia para nada mais me lembrar você.

Um minuto para acabar o dia que eu passei inteiro pensando em você.

12 comentários:

  1. Ai Renata, por isso que adoro teu blog, quando você escreve sempre me vejo nas tuas palavras.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Ah como eu me identifico! Daqui a pouco acaba também aquela semana que eu passei inteira pensando em você, e quarta-feira acaba o mês que eu passei todo pensando em você!

    ResponderExcluir
  3. Passando aqui só para me acalmar...
    (Lembranças da sagitariana solitária que namorava o aquariano que foi embora)

    ResponderExcluir
  4. agora aguenta coração, já que inventou essa paixão - etc.

    ResponderExcluir
  5. Agora aguenta coração, já que inventou essa paixão. Etc.

    ResponderExcluir
  6. Nossa, estou apaixonada pelo seu blog. Me identificando com quase tudo!
    Beijos. :)

    ResponderExcluir