domingo, 26 de agosto de 2012

Uma vida inteira ouvindo "ah, não se preocupe, a vida vai melhorar!" e tendo que explicar "cara, a vida não tá ruim."


A vida tá ótima, meu emprego tá ótimo, o sexo tá ótimo, meus amigos são ótimos, as viagens tão ótimas, os livros tão ótimos, o doce de leite tá ótimo, o vinho tá ótimo.

Tá tudo ótimo.

E é por isso que o que eu sinto é depressão e não tristeza.

26 comentários:

  1. É exatamente isso. Estou bem, tudo tá bem, a vida tá bem, eu só não me SINTO bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho difícil até pra mim entender. =(

      Excluir
  2. Vezenquando eu suspeito que sofro de depressão, também. Eu tenho consciência de que a vida foi boa comigo e que eu sou abençoada pelas coisas que eu tenho e que eu deveria agradecer e aproveitar. Mas eu simplesmente não tenho ânimo pra ser esse tipo de pessoa, não tenho ânimo pra fazer as coisas que eu tenho consciência de que tenho que fazer... Não consigo aceitar que é só isso. Que cheguei no topo e pronto. Que a vida maravilhosa não me tira o ar e me ataque cardia. Entende?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu entendo.

      com acompanhamento a vida fica um pouco mais fácil, Rafaele. =)

      Excluir
  3. Insatisfeita pelo melhor. Já passei por isso.

    ResponderExcluir
  4. Respostas
    1. acho uma péssima ideia tentar curar tendência depressiva com remédios.

      remédio, só em crise.

      com acompanhamento terapêutico, exercício físico, alimentação balanceada as coisas ficam um pouco mais fáceis de encarar, sem precisar passar a vida tomando remédio.

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Oi Renata :)
    Tudo bom?

    Eu não sei se você gosta de Harry Potter ou se já leu algum livro e não gostou. Mas mesmo assim, vou te explicar o que são dementadores.
    Dementadores sugam toda felicidade e esperança de um ambiente, deixando só infelicidade por onde passam.
    Quando um bruxo encontra um dementador, ele conjura um patrono. Patronos são seres de energia positiva que afastam os dementadores.
    Como nem todos são bruxos (hahahaaaha), podemos então conjurar nossos patronos particulares. tipo lembrar de um filme ou um livro que nos fez bem. É o que eu faço sempre que tenho uma crise.

    Eu sempre falo isso pra quem tem depressão, porque me ajudou muito. Mas eu tenho 20 anos e gosto de harry potter, então se você não quiser me levar a sério eu vou entender hahahaha

    beijo, linda :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu gosto muito de harry potter! conheço os patronos.

      =)

      mas depressão é uma coisa mais difícil só de combater com força do pensamento, porque é uma química maluca. =)

      Excluir
  7. acho que meu patrono, então, é estudar. preciso estar aprendendo algo para me preocupar em avançar e manter a cabeça longe de mim mesma.

    ResponderExcluir
  8. né? engraçado como as pessoas ainda não entenderam que DEPRESSÃO é diferente de ESTAR *CHATIADO* [ odeio esse termo hipster e juro que nem sei de onde saiu, mas cabe bem aqui ]. porque gente, depressão NÃO PASSA, caramba. tu tá lá having the time of your life e não, não tá tudo bem. pelo contrário, tá uma bosta. e tu meio que até sente que tá sendo muito injusto. mas não consegue se sentir melhor. é que nem diz minha mãe: NÃO É POR DECRETO. isso, sim, me dá tristeza. as pessoas acharem que tu é nada mais que uma pessoinha CHATIADA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é difícil de entender mesmo. acho que quem não sente não tem nem como imaginar como é.

      :*****

      Excluir
  9. agora li o que Marina G. falou. desculpa tomar a palavra assim, Renata, mas queria falar pra Marina: por mais que uma pessoa tenha uma perda horrenda, tipo a mãe, ela pode não vir a entrar em depressão. (algumas pessoas entram mesmo. e umas nem nunca saem. mas em geral, perder alguém assim desse porte pode trazer é uma grande imensa absurda e inenarrável tristeza.) depressão é outra coisa. depressão é um troço que funciona assim: tu sequer consegue conceber patronos. muito menos consegue tentar ficar bem. é uma coisa tão forte que, em palavras resumidas ao extremo e perigoso senso comum, é como se teu cérebro estivesse se encaminhando pra morte. ele vai apagando o que nos move pra vida. tem gente que para de comer. tem gente que sequer enxerga o mundo ao redor. e tem gente que vive como se não existisse.

    tristeza profunda, sim, tu consegue, com força de vontade ou apoio ou até tempo e uma boa dose de espiritualidade, combater com patronos. depressão, não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem isso..conseguiu explicar tudo o q senti quando estava em depressão... Acho q to curada...tive alta do remédio e da terapia...mas só quem sabe realmente o q é isso é quem já passou por isso.

      Excluir
  10. não precisa pedir desculpa, Marina. :) não foi uma crítica ao que tu disse. acho que tem coisas que nos seguram até na depressão, mas não é desse jeito. é que a gente só tem noção de que depressão significa NÃO VER SAÍDA quando sente na pele uma coisa dessas. só quando vivi (e ainda vivo) isso na carne que entendi que o que eu dizia pra minha mãe sobre ela TER QUE SE AJUDAR era a coisa mais sem sentido que eu poderia dizer pra ela. porque não tinha como ela conceber esse conceito. ;)

    ResponderExcluir
  11. Acho que vou copiar e colar esse seu post na minha assinatura de email... Vai que assim alguém entende?

    ResponderExcluir
  12. Você narra a minha vida!

    ResponderExcluir