quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

not gonna crack

Eu sei que eu já falei disso.

E continuo achando que a gente não supera mesmo. Mas as coisas vão se encontrando, você vai se encontrando, acaba encontrando um lugar onde você se encaixa. Acho que todo mundo, não, a maioria das pessoas acaba encontrando um lugar. Mesmo que os outros não entendam esse lugar.

Só que você tira a pessoa da adolescência ruim, mas não tira a adolescência ruim da pessoa. Você tá por aí, tão feliz com você mesma, mas quando tocar Nirvana e você começar a bater cabeça, vai ficar na cara quem você foi.

Daí não importa que você hoje tá toda equilibrada, jogando seu cabelo pra lá e pra cá, com as perninhas cheias de hidratante iluminador. Tem aquele ponto que não pode ser tocado. Aquela coisa que você ficou tão boa em esconder. Aquela coisa que se alguém mencionar vai destruir seu dia, sua vida adulta inteira.

Aquilo que vai te fazer lembrar que as pessoas não veem só o que você quer que elas vejam.

Todo mundo tem.

(obrigada à Lívia pela dica do hidratante iluminador. minhas perninhas estão bem felizes!)

16 comentários:

  1. Verdade. E tomara que essa coisa de alguém tocar no assunto e estragar seu dia se perca totalmente no tempo a ponto de alguém um dia dizer e a gente saber que isso lembrava alguma coisa mas a gente não sabe exatamente o que.

    Ou tomara que não. Não sei bem dizer.

    ResponderExcluir
  2. Bom, não é opcional é?
    De qlq forma eu prefiro isto do que imaginar como seria a minha vida pensado... "Puxa! Eu já tive um futuro brilhante.. tsc-tsc-tsc".

    Idosos tem estes problemas? Aposentados?

    ResponderExcluir
  3. Se tem uma cousa q eu aprendi, e apreendi na minha vida de baby é q: as pessoas só veem o q querem ver, não importa, mesmo, quem vc acha q é.
    Não digo isso com pesar ou tristeza, ou qlq coisa negativa, não tenho uma observação concluída a fazer sobre essa minha conclusão.
    Tb não sei se vc concorda, mas enfim. Vc vai achar de mim o q vc achar, independente do q eu escrevo, de como, se vc me vê ou gosta. O juízo é individual e intrasferível.
    lancei a bíblia. foi mal.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Esse seu post me emocionou muito, porque algumas vezes sem perceber é isso que eu venho tentando fazer, sei que estou muito melhor do que alguns daqueles que já estudaram comigo, mas eu preciso provar isso pra mim a todo momento. Eu me comparo sempre! E eu compro as roupas mais fofas do mundo pra todo mundo pode ver que eu sou fofa, coisa que eu sempre fui, mas o jeito nerd e desajeitado sempre escodiam isso.

    ResponderExcluir
  5. eu me transformei numa perninha hidratada, mas com bochechas iluminadas.
    só a gente sabe a profundidade das olheiras quando acordamos...

    adorei o texto! :)

    ResponderExcluir
  6. Ai Renata, disse tudo!
    Como sempre!
    Mas vem cá: Passa a dica do hidratante com iluminador adiante? Qual é?
    rs!
    beijo!

    ResponderExcluir
  7. Ah, que linda mencionando meu nome!
    Que bom que gostou e que deu super certo pra você.
    Saia com as perninhas iluminadas e certa de quem você é, não importa o que os outros vejam, mesmo que a gente sempre esconda algo.

    Luciana Matos, é o hidratante iluminador O Boticário.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Tão verdade isso, querida. E não falo só da escola, não. A minha adolescência me deixou cheia de cicatrizes na alma (oh, que drama, mas é verdade).

    Mas a minha Pichuzinha tb veio nessa época. E se eu tivesse que passar por tudo de novo pra tê-la na minha vida nem pensaria duas vezes.

    Me comoveu o post. E sorri com a história de creminho iluminador.
    xx

    ResponderExcluir
  9. pois é... meus esqueletos todos usam uniforme escolar. beijinhos...

    ResponderExcluir
  10. Renata, também não sei. :)

    Gharcia, hm, não sei...

    Natasha, mas eu acho que muitas vezes a gente consegue esconder muita coisa. mas não o tempo todo e não pra todo mundo.

    Ronise, :)

    Débora, ;)

    Luciana, a Lívia, que foi quem me deu a dica, já disse aqui nos comentários: é o Golden Plus do Boticário.

    Patrícia, é verdade, não tem a ver só com escola, não. :)

    S, ;)

    ResponderExcluir
  11. gata, você conhece o It Gets Better project? é a coisa mais linda: um projeto pra evitar o suicidio de adolescentes gays (pq se a gente sofreu, imagina quem é gay?). Aí várias pessoas super bem sucedidas e alguns famosos gays gravam vídeos dizendo pra eles "a adolescencia é uma merda, mas melhora, ta? resiste aí, se mata naum". Procura no Youtube, acho muito foda. Bjs

    ResponderExcluir
  12. eu vi um vídeo só, num link no facebook de um amigo.

    thanks!

    :D

    ResponderExcluir
  13. uma amiga acabou de me apresentar seu blog.
    ela curtiu. eu curti.

    e dissemos um ao outro que seria legal ler um livro cuja narradora tivesse essa sua voz.
    esse jeito de falar sobre coisas complexas como se estivesse falando sobre nada.

    há aí uma personagem pronta para estar em um livro.

    gostamos.
    gostei.

    =]

    ResponderExcluir
  14. uma amiga acabou de me apresentar seu blog.
    ela curtiu. eu curti.

    e dissemos um ao outro que seria legal ler um livro cuja narradora tivesse essa sua voz.
    esse jeito de falar sobre coisas complexas como se estivesse falando sobre nada.

    há aí uma personagem pronta para estar em um livro.

    gostamos.
    gostei.

    =]

    ResponderExcluir