sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Existem coisas que dentro da minha cabeça fazem muito sentido, mas quando eu conto pra alguém vejo que aquilo só faz sentido pra mim.

Uma dessas coisas é a roupa de conflito. Há alguns anos eu comecei a notar que tinha uma sensação ruim quando via mulheres em filmes de ação. Porque elas nunca estão vestidas com uma roupa adequada. Lembra a Jamie Lee Curtis de vestidinho lutando contra terroristas em True Lies? Me incomoda muito.

De vestido não dá pra dar chutes, você não está protegida. Como vou dar um chute em alguém se na minha mente está gravada a voz da minha mãe dizendo "renata, olha os modos, você está de vestido." De salto alto não dá pra correr e se defender.

Daí depois percebi que eu aplicava isso na minha vida. Sempre que saio de casa penso se vou pra algum lugar onde possa me envolver num conflito. Se a resposta é sim, vou de calça, sapato baixo, uma blusa que permita que eu me movimente e salve minha vida. Se não, posso ir de vestido ou saia.

12 comentários:

  1. Eu lembro da Jamie Lee Curtis de vestidinho em True Lies. E não era só curto, era super justo também. Desses que só deve dar pra andar a passinho de geisha. Tipo assim: se a aluna da Uniban tivesse que se defender distribuindo chutes e pontapés com aquele vestido, ela não teria a menor chance.
    E cada vez mais estou convencida que o objetivo do salto alto é imobilizar uma boa parte da população (exceção: Ensaio sobre a Cegueira, em que o salto alto é usado como arma eficaz).

    ResponderExcluir
  2. Faz TODO o sentido.

    Por exemeplo, eu evito usar vestido quando vou trabalhar porque fico pensando, e se assaltarem o ônibus e levarem minha roupa? Sei lá, eu me sinto mais protegida de calça.

    Agora, ISSO faz sentido?

    ResponderExcluir
  3. hum.....

    tem certeza que isso não faz sentido na cabeça das outras pessoas?

    Porque, eu me sinto partindo para um conflito até mesmo se eu tiver que pegar um ônibus!

    Quem tem coragem de entrar no ônibus de saia? Tem que subir e descer os degraus, e ainda tem inimigos lá dentro!

    Hum. Pra mim sempre fez sentido, e eu sempre senti que é muito pior ser atacada quando se está pelada/tomando banho.

    Agora, porque roupa pode proteger alguém de bala e faca eu não sei.

    ResponderExcluir
  4. Lola, a melhor coisa que eu fiz na vida foi desistir dos saltos. eu amo vestidos, mas me sinto sempre tão exposta. nunca consigo me esquecer da minha mãe mandando eu me comportar. eu cruzo as pernas até de calça jeans.

    Dee, tb. mas acho que faz sentido. a gente é muito mais livre de calça.

    Loo, que bom! pq eu falei isso pra uma amiga e ela disse que NUNCA pensaria nisso na hora de escolher uma roupa...

    , hahahahahaha tem inimigos dentro do ônibus? adorei.

    ResponderExcluir
  5. No filme da Elvira o salto também é uma arma! hahah!

    ResponderExcluir
  6. Eu tb penso isso c/ relação a vestidos e saias. Se vou subir em um busão, jamais ouso usar estas vestimentas!
    Beijo :)

    ResponderExcluir
  7. HAHAHAAHA, você é uma figura!

    Eu acho que sua teoria faz sentido e eu, de certa maneira, penso da mesma forma. Eu não uso saias e vestidos sem antes pensar pra onde irei, como irei e que tipo de situação poderei enfrentar no local. That's not easy being a girl...

    ps: passarei quase duas semanas em Copacabana no final do ano, temos que marcar algo, por favor.

    ResponderExcluir
  8. hahahahahaha
    Sensacinal. Muito lógico o teu raciocínio. Faz todo o sentido, sim.
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Cris, hahahaha, é mesmo!

    Roberta, :)

    Chu, sim, sim, combinadíssimo! quer dizer, vamos combinar. mas vamos mesmo!

    Caco, acho que só não faz sentido pra minha amiga, então.

    ResponderExcluir
  10. eu adoro vestidos. tenho montes deles e se pudesse, só trabalharia assim. e também já desisti dos saltos, mas tô feliz. agora, sobre essa coisa da calça: nunca tinha pensando, mas concordo. tanto que fui pra minha defesa de doutorado de calça jeans, olha só que coisa. a situação onde eu precisava 'salvar a minha vida' hahahahahaha. beijos, linda

    ResponderExcluir